Foto: Mário Agra/Câmara dos Deputados

Dos 35 deputados baianos presentes na votação que aprovou a ‘PEC das Praias’ na Câmara dos Deputados, 25 se posicionaram a favor do texto. Aprovada inicialmente em 2022, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 39/2011) prevê retirar da União a propriedade exclusiva dos “terrenos de marinha”, como são chamadas as faixas de terra à beira mar.

O tema gera discussões porque, se aprovado em definitivo, esses trechos podem ser privatizados. Por consequência, o acesso a praias também poderá ser limitado a quem pagar pela entrada. Veja como votaram os deputados baianos.

A PEC voltou a ser discutida na última semana, no Senado, e tomou as redes sociais em meio a troca de farpas entre a atriz Luana Piovani e o jogador Neymar Júnior. A artista acusa o atacante de apoiar a PEC.

Como explicado anteriormente pelo g1, Neymar foi envolvido na história porque anunciou uma parceria com a DUE Incorporadora para o projeto anunciado como “Caribe brasileiro”, que terá imóveis de alto padrão à beira-mar. A previsão é de que o condomínio ocupe um trecho de 100 quilômetros da costa entre os litorais Sul de Pernambuco e Norte de Alagoas.

Em nota publicada nas redes sociais, a incorporadora afirmou que “a responsabilidade ambiental e social são valores imutáveis para a empresa e projetos” e que cumpre “as mais rigorosas leis de proteção ambiental”.

Neymar também se posicionou sobre o caso no X (antigo Twitter). “Recentemente, o nome da nossa empresa foi associado às questões ligadas à PEC 03/2022, infelizmente, em um contexto pejorativo e politizado. Nossa parceira DUE, responsável pelos empreendimentos imobiliários na região Nordeste, já se posicionou, demonstrando o cumprimento fiel às questões ambientais e de licenciamento dos seus projetos e, sobretudo, a total desconexão da sua iniciativa privada com a PEC 03/2022, que não refletirá em nada nos imóveis de sua propriedade”, publicou o perfil do atacante.

Veja como votaram os deputados baianos

SIM

  • Alex Santana (PDT)
  • Alice Portugal (PCdoB)
  • Antonio Brito (PSD)
  • Arthur Maia (DEM)
  • Cacá Leão (PP)
  • Charles Fernandes (PSD)
  • Claudio Cajado (PP)
  • Daniel Almeida (PCdoB)
  • Elmar Nascimento (DEM)
  • Félix Mendonça Júnior (PDT)
  • Igor Kannário (DEM)
  • João Carlos Bacelar (PL)
  • José Rocha (PL)
  • Leur Lomanto Júnior (DEM)
  • Márcio Marinho (Republicanos)
  • Mário Negromonte Jr (PP)
  • Pastor Sargento Isidório (Avante)
  • Paulo Azi (DEM)
  • Paulo Magalhães (PSD)
  • Professora Dayane Pimentel (PSL)
  • Raimundo Costa (PL)
  • Ronaldo Carletto (PP)
  • Sérgio Brito (PSD)
  • Tia Eron (Republicanos)
  • Tito (Avante)

NÃO

  • Afonso Florence (PT)
  • Bacelar (Podemos)
  • Jorge Solla (PT)
  • Joseildo Ramos (PT)
  • Lídice da Mata (PSB)
  • Marcelo Nilo (PSB)
  • Otto Alencar Filho (PSD)
  • Valmir Assunção (PT)
  • Waldenor Pereira (PT)
  • Zé Neto (PT) G1