© José Cruz/Agência Brasil

Na Bahia, 2,29 milhões de aposentados e pensionistas da Previdência Social vão receber antecipadamente o abono anual conhecido como décimo terceiro do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). O anúncio foi feito na quarta-feira (13) pelo governo federal. É a segunda vez que a gestão antecipa o benefício. A decisão foi publicada em decreto (nº 11.947/2024) no Diário Oficial da União.

Em todo o país, 33,7 milhões de beneficiários receberão o abono em duas parcelas, nos meses de abril e maio. O pagamento seguirá o calendário habitual de pagamentos do INSS. Para isso, o investimento total é de R$ 67 bilhões. Já no caso dos beneficiários da Bahia, o investimento é de R$ 1,97 bilhões para a primeira parcela, segundo a assessoria de comunicação do INSS no estado.

O abono é direito dos segurados e dependentes da Previdência Social que, durante o ano de 2024, tenham recebido:

  • Aposentadoria;
  • Auxílio por incapacidade temporária;
  • Auxílio-acidente;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-reclusão.

Normalmente, o abono é pago no segundo semestre de cada ano, mais precisamente em agosto e novembro. Mas a antecipação promoveu melhorias nos índices econômicos do país no ano passado. De acordo com o governo federal, o adiantamento representou uma injeção significativa de recursos nos mercados locais, pois alcança municípios de todas as 27 Unidades da Federação. G1