A Bahia tem 2.396.589 pessoas com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 atrasada, de acordo com levantamento feito pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Em Salvador, os faltosos são 224.527, além de outros 59.403 que não tomaram a dose de reforço.

Ainda na capital, a quantidade de habilitados para tomar a primeira dose, que ainda não procurou os postos para iniciar a vacinação, também preocupa. Só na capital, são 36.152 – com idades entre 12 e 17 anos, e 43.212 – acima dos 18.

Com exceção da vacina da Janssen, todas as fabricantes que estão sendo aplicadas na Bahia só têm garantia de eficácia quando o esquema vacinal é feito de forma completa, ou seja, com, no mínimo duas doses.

“A pessoa que tomou uma dose só não está protegida. Pelo contrário, ela está colocando em risco a sua vida e colocando a vida das pessoas próximas. E em um risco muito maior, porque a vacina que está no seu organismo não vai matar o vírus”, diz o virologista Gúbio Soares.

A corrida para a aplicação da segunda dose é justificada. Ainda segundo o virologista, quando uma dose só é aplicada, o vírus pode “aprender” a conviver com o imunizante, e provocar uma variante ainda mais agressiva que as já conhecidas atualmente.

“O vírus vai aprender como se defender das vacinas que estão sendo aplicadas, vai aparecer uma variante resistente nessas pessoas que tomaram uma dose só e não voltaram. E essa variante vai ser capaz de causar uma doença, um surto muito maior que o atual”, explicou.

Medidas para evitar a não vacinação

Com base em dados do Ministério da Saúde, a Bahia é o sexto estado brasileiro que registrou mais mortes em decorrência da Covid-19. Foram 27.119 óbitos até o domingo (7), ficando atrás de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, e Rio de Janeiro. Dos 417 municípios baianos, 350 não registraram mortes nos últimos 30 dias. Esse é um reflexo do avanço da vacinação, segundo a Sesab.

Para evitar mais atrasos, as doses podem ser aplicadas em cidades diferentes. Caso a pessoa receba uma aplicação em um município, e esteja em viagem no prazo definido para a segunda dose, ela pode procurar um posto de vacina com os documentos necessários: cartão de vacina, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e carteira de identidade.

Boletim Covid-19

No último boletim com dados sobre a Covid-19, divulgado no domingo, foram registradas duas mortes e outros 305 novos casos da doença. Desde o início da pandemia, a Bahia contabilizou 1.248.855 casos de infecção e 1.219.261 deles já foram considerados recuperados. Ao todo, 2.475 seguem doentes. Foram vacinadas em primeira dose ou dose única um total de 10.722.270, acima de 12 anos. Esse número representa um total de 84,21% da população alvo, que é estimada em 12.732.254. G1