Foto: Reprodução/TV São Francisco

Mais de 60 pessoas precisaram de atendimento médico na Bahia após sofrereme queimaduras durante os festejos de São João. Os dados são da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e fazem referência aos casos que foram registrados em hospitais estaduais, entre 20 de junho e esta terça-feira (25). Apesar do número relativamente alto, as ocorrências demonstram uma queda de 7% no número de queimados no estado. Foram 66 em 2024, contra 71 em 2023. Além disso, neste ano não houve registros graves. Segundo a Sesab, o fator mais considerável está na idade dos pacientes: 21 deles tinham menos de 13 anos. Em Salvador, 47 pessoas foram atendidas no Hospital Geral do Estado (HGE). Desse número, 32 se machucaram com explosões de bombas. Os outros 19 casos foram registrados em cidades do interior. G1