Foto: Ricardo Stuckert / PR

Apesar de contar com representantes integrando o governo do presidente Lula (PT), PP, Republicanos e União Brasil não vão apoiar candidatos do PT em algumas cidades estratégicas nas eleições municipais deste ano. As informações são do Globo.

Em alguns casos, além de não apoiar um candidato petista, estes partidos ainda contarão com o apoio do partido de Jair Bolsonaro, o PL. Um exemplo é Salvador, onde o atual prefeito, Bruno Reis (União Brasil), já tem um acordo firmado o apoio da sigla do ex-presidente.

Além do PL, Bruno Reis também contará com os apoios do PP e do Republicanos na disputa contra o atual vice-governador Geraldo Júnior (MDB), candidato apoiado pelo PT.

E não é apenas em Salvador que este cenário ocorre. Em outras cidades importantes do Brasil, como São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre os três partidos se aproximam do PL. Já o contrário só deve ocorrer nas eleições do Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife.

Ao todo, estes três partidos comandam cinco ministérios. O União Brasil é o com o maior número de pastas, três ao todo: Desenvolvimento Regional (Waldez Góes), Comunicações (Juscelino Filho) e Turismo (Celso Sabino). O Republicanos controla Portos e Aeroportos (Silvio Costa Filho). Já o PP está com o Esporte (André Fufuca). BNews