O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lançou um aplicativo que torna mais fácil, para deputados, o acompanhamento do andamento de emendas parlamentares. A plataforma “Emendas Parlamentares” foi anunciada, na quarta-feira (20), durante audiência pública na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

Pioneira no setor público, a plataforma permitirá aos congressistas serem notificados, pelo celular, quando houver empenho, pagamento e publicação de emendas parlamentares no Diário Oficial da União (DOU).

Além disso, o app possibilitará, de forma interativa, uma visão maior das informações, por meio de gráficos e recursos geográficos, que darão maior transparência aos recursos destinados aos parlamentares. A ferramenta já pode ser baixado nas versões Android e IOS.

Ao anunciar a disponibilidade do aplicativo, o ministro destacou que 50% das emendas parlamentares impositivas e individuais são destinadas à área da saúde. Também foi votado na Lei Orçamentária Anual (LOA) que uma emenda de bancada deve ser impositiva em saúde.

“Verificamos que muitas das questões que mobilizavam a vinda de um prefeito ou de um parlamentar até o Ministério da Saúde eram pontuais, como resolver problema de documento. Por isso, criamos esse aplicativo que vai permitir que o parlamentar, com sua senha individual, acompanhe, de onde estiver, o andamento da sua emenda parlamentar, mostrando para ele, com precisão, a hora de atuar politicamente, em função do status da emenda”, explicou Mandetta.