Foto: Ricardo Stuckert

247  Ministros, ex-ministros e políticos que apoiaram até agora Jair Bolsonaro (PL) já começaram a mandar recados a interlocutores de Lula (PT) de que nada têm contra ele – muito pelo contrário. O fenômeno se intensificou especialmente entre aqueles que têm base eleitoral e política no Nordeste do país, informa a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo. Apesar de que, em público, ainda digam que continuam apoiando o ocupante do Palácio do Planalto, e continuem criticando o petista, ministros e parlamentares enviam sinais de que não pretendem fazer oposição acirrada a Lula, caso ele se eleja presidente em outubro. Alguns políticos usaram, como mensageiros, empresários que têm interlocução com o PT.