Agência Brasil

O ex-vice-presidente da República e atual senador Hamilton Mourão (Republicanos) tem pregado cautela ao falar da aproximação de seu partido com o governo Lula. Segundo a coluna de Igor Gadelha, do portal Metrópoles, com a iminente nomeação do deputado federal Sílvio Costa Filho (Republicanos) como ministro, Mourão diz aguardar com “calma e sem pressão” o que acontecerá. “Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos. Como te disse, aguardo, com calma e sem pressão, o que irá acontecer”, disse Mourão, ao ser questionado pela coluna se também cogita deixar a sigla, como o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas. Nos bastidores, parlamentares bolsonaristas do Republicanos afirmam que a sigla “já é base” de Lula, na contramão do prometido pelo presidente da legenda, Marcos Pereira. Em um aceno ao governo, por exemplo, o Republicanos retirou parlamentares ligados à agropecuária da CPI do MST, para esvaziar o poder da oposição na comissão.