Agência Brasil

Entre os candidatos baianos inscritos para as eleições municipais de novembro, 92 já renunciaram junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e foram considerados inaptos, segundo dados coletados pelo BNews. Além deles, outros 30 não estão autorizados a disputar as eleições, com 23 indeferimentos, um cancelamento e 6 casos em que o pedido de candidatura não foi conhecido.

Do total de renúncia, apenas três candidatos disputariam prefeituras e outros cinco a vice, sendo 84 candidaturas renunciadas ao cargo de vereador. Entre os postulantes ao executivo municipal que desistiram do pleito, Delísio (DEM), em Abaré, Dr. Otto (PCdoB), em Poções, e Bartomeu Guedes, em Serra do Ramalho.

Já os candidatos a vice que renunciaram foram Dr. Gomes (PSC), em Alagoinhas, Professora Iralucia (PP), em Prado, José de Diomédio (Solidariedade), em Serra Preta, Eliene do Sindicato (Solidariedade), em Sobradinho, e Ivone (PSL), em Candeias. O pedido de candidatura de Cátia (PRB) para concorrer ao cargo de vereadora em Gandu não foi conhecido pelo TSE sob o argumento de abuso de poder.

Já os demais que não tiveram os pedidos conhecidos, todos são do Partido dos Trabalhadores, também em Gandu. Entre os candidatos já considerados aptos e autorizados pelo TSE a participar das eleições de novembro estão 1.637 postulantes a cargos municipais, segundo atualização do tribunal. (BNews)