Não será desta vez que Juliette Freire, campeã do Big Brother Brasil 21, terá o título de “atriz” reconhecido pelo Sindicato dos Artistas. De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’, a cantora teve a solicitação do DRT negado por falta de experiência na área. “A gente não pode liberar o registro para Juliette porque não há trabalhos suficientes que comprovem que ela seja atriz, portanto não há embasamento profissional para que ela detenha um DRT. O documento enviado pela equipe de Juliette, com objetivo de comprovar seus trabalhos como atriz, tinha apenas imagens da cantora fazendo comerciais para algumas lojas, após sua saída do ‘BBB'”. Segundo a publicação, a ideia da Globo era ter Juliette como uma participação especial na novela ‘Pantanal’ e por isso a necessidade de uma DRT. No entanto, a emissora nega a informação. A alternativa dada para que Juliette tenha o registro é por meio de uma solicitação especial, no qual a emissora paga 20% do cache da ex-BBB para o sindicato dos artistas e com isso ela teria a autorização específica para o papel.