O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta última quinta-feira (6) que o governo federal não irá revogar o Novo Ensino Médio. Segundo o presidente, o governo suspendeu a implementação do Novo Ensino Médio para discutir como “aperfeiçoar” o novo modelo educacional.

O Ministério da Educação (MEC) publicou a portaria na quarta-feira (5) que suspende a implementação do Novo Ensino Médio por 60 dias. Na prática, a suspensão dos prazos de implementação não altera o dia a dia das escolas, que devem continuar seguindo as diretrizes do Novo Ensino Médio.

“Não vamos revogar. Suspendemos e vamos discutir com todas as entidades interessadas em discutir como aperfeiçoar o ensino médio nesse país”, disse Lula. O presidente Lula deu a declaração durante um café com jornalistas no Palácio do Planalto.

De acordo com o presidente, o ministro da Educação, Camilo Santana (PT), está cumprindo uma decisão extraída da comissão que analisou a área de educação na transição de governo, realizada em novembro e dezembro de 2022. “Nós vamos suspender por um período, até fazer um acordo que deixe todas as pessoas satisfeitas com o ensino médio nesse país”, afirmou Lula. G1