Foto: Joá Souza | Ag A TARDE

O presidente nacional do DEM, ACM Neto, foi mais um dirigente partidário que criticou as declarações do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL). O filho do presidente defendeu em entrevista medidas drásticas – como “um novo AI-5” – para conter eventuais manifestações de rua como as que ocorrem no Chile atualmente. “As declarações do deputado Eduardo Bolsonaro são uma inaceitável afronta à democracia”, diz nota de ACM Neto divulgada pelas redes sociais. “Nesse momento o País precisa de equilíbrio e responsabilidade, não de ameaças e radicalizações como as defendidas pelo parlamentar.” O prefeito de Salvador afirmou ainda que o partido “condena” e “combate” qualquer tentativa de ameaça à liberdade política e ao funcionamento das instituições do País. Estadão