Em uma operação conjunta realizada pela 27ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e Companhia Independente de Policiamento Tático – RONDESP RECÔNCAVO, o Comando de Policiamento Regional do Recôncavo (CPR-R) está empenhado em capturar os autores de um brutal homicídio que chocou a comunidade local, nesta virada de ano. A operação foi desencadeada em vários bairros de Cachoeira, incluindo Morumbi, Cuíca, Manoel Vitorio, Alto da Linha, entre outros, na quinta-feira (4). A vítima, um jovem identificado como Jairon Cardoso, de 19 anos, foi sequestrado por traficantes durante uma festa de Ano Novo. Seu corpo foi encontrado no dia 1º, na Rua da Feira, região central da cidade. Jairon, que não tinha antecedentes criminais e era muito querido na comunidade, foi torturado antes de ser morto. Segundo informações, o líder de uma facção descobriu mensagens no celular de sua namorada. Ela estaria conversando com Jairon. “O garoto teve ossos quebrados e ficou cego. Até uma rã fizeram a vítima comer”, disse uma fonte próxima à investigação. A polícia está em busca de pistas sobre a localização dos criminosos e solicita que qualquer informação seja repassada através do telefone 181 do Disque Denúncia. Revista Recôncavo