© Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Bahia vai ampliar o acesso à saúde básica em regiões com maior vulnerabilidade e inserir médicos em regiões mais distantes dos centros urbanos através do crescimento do Programa Mais Médicos (PMM), com o lançamento do novo edital.

Mais 11 municípios vão ser implementados para a cobertura no Estado, gerando um total de 355 municípios incluídos na iniciativa, o que equivale a 85,1% de cobertura da Bahia – crescimento de 3,1%. Pacientes e agentes da área da saúde apontam que o desenvolvimento do PMM deve trazer um impacto positivo para a população.

O programa alcança hoje 344 municípios e com a expansão, fruto do novo edital anunciado pela Ministra da Saúde, Nísia Trindade, na última segunda-feira, vão ser disponibilizadas 246 novas vagas para 138 municípios, incluindo aqueles já atendidos pelo programa. Além disso, há 149 supervisores distribuídos pelo território, apoiados por 13 tutores.

Outra novidade do edital é que, pela primeira vez na história do programa, será implementada a política de cotas, reservando 20% das vagas para grupos étnico-raciais e 9% para pessoas com deficiência. Após um exame de rotina ontem, em uma Unidade de Saúde Básica, a professora de educação infantil, Lijiane Jesus Sampaio, falou sobre a importância do programa em sua vida.