Agência Brasil

Com a intenção de alcançar o público feminino, o presidente Jair Bolsonaro (PL) quer contar com maior participação da primeira-dama Michelle Bolsonaro durante a campanha deste ano. O índice de rejeição do presidente junto ao eleitorado feminino é de 61%, de acordo com a mais recente pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha. A equipe de Jair Bolsonaro avalia que a participação de Michelle pode ser fundamental para melhorar sua imagem do presidente e reduzir o índice de rejeição. De acordo com a Folha de S. Paulo, o objetivo é aproveitar o potencial da primeira-dama tanto em viagens ao lado presidente como nas propagandas partidárias a serem exibidas na televisão.