Partidos ameaçados pela cláusula de barreira, que deixará sem fundo partidário legendas que saíram pouco representativas das eleições deste ano, articulam a aprovação de um projeto para criar federações partidárias. De acordo com informações do jornal Folha de S.Paulo, legendas como a Rede e o PCdoB querem aprovar o texto que permitiria que as agremiações barradas atuassem como uma só.

 

A medida preservaria o acesso que têm a recursos do Fundo Partidário, tempo de propaganda e estrutura para o trabalho legislativo. As legendas ameaçadas pela cláusula tentam outros caminhos. Enquanto o PCdoB de Davidson Magalhães conversa com o PPL de Uldurico Jr. para fusão, a Rede de Marina pode se unir ao PPS, PV e aos movimentos RenovaBr e Agora!.

 

A proposta foi aprovada pelo Senado em 2015 e agora está na Câmara. Esse último partido é representado pelo apresentador Luciano Huck. O PRTB, presidido na Bahia por Da Luz, deve garantir a sua sobrevivência sem fusões. Antes da eleição, ao Bahia Notícias, o dirigente estadual baiano falou que o partido deve usar como base de sustentação a exposição adquirida por meio do vice-presidente da República eleito, o general Hamilton Mourão.