O pastor de 44 anos preso suspeito de estuprar criança na Bahia atraiu vítima ao oferecer celular como presente de aniversário, na cidade de Santa Maria da Vitória, no oeste do estado. As informações foram apuradas pela equipe de reportagem da TV Oeste, afiliada da TV Bahia na região. De acordo com Polícia Civil da região, o homem se aproveitava da posição como pastor para cometer os abusos sexuais. A mãe da criança relatou que a menina fez aniversário no mês de novembro e ao chegar em um evento da igreja, comentou com o pastor sobre a data. Quando acabou a celebração, a mãe da menina viu o pastor com a criança na garupa de uma moto. Ele teria levado a vítima para a residência dele e a presenteado com um celular. Em seguida, teria estuprado a criança. A menina então contou para a mãe o que teria acontecido. O pastor ainda é suspeito de cometer outros abusos sexuais contra a criança. O delegado Leyvison Rodrigues, da 26ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), detalhou como o preso agia.