A discussão e votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2024 em Santo Antônio de Jesus, que ocorria em sessão extraordinária na noite desta quinta-feira (28), foi adiada na Câmara Municipal. A proposta assinada pelo prefeito Genival Deolino prevê um orçamento para o município no ano que vem. A votação foi adiada após o vereador Luciano Cuiuba, da oposição, pedir vista do projeto. Como o prazo de vista é de até três dias, a votação entra na pauta da reunião na próxima quarta-feira (3) em sessão extraordinária. “Essa sessão foi exclusiva para discutir a LDO. É a única matéria que nós tínhamos em pauta porque ela é exclusiva. Ela não pode ter outra matéria em discussão. É uma matéria que ela requer bastante critério, bastante discussão porque é o orçamento público do município. Ao ser deliberado na Câmara para colocar em discussão, foi pedido vista pelo vereador e nós acatamos que é legítimo defesa do vereador. Marcamos outra sessão para ser votada, isso é normal, é os trâmites do Legislativo e isso não traz nenhum prejuízo para o município porque imediatamente a Câmara aprovando, acredito na próxima quarta-feira será aprovada e o prefeito sanciona e já aplica a LDO para o exercício 2024. A Câmara tem que discutir, o parlamento é para isso. É por isso que mostra a importância que é o Poder Legislativo. Mostra que o prefeito não pode trabalhar sem o Poder Legislativo. Quem vota o orçamento é a Câmara. E o Poder Legislativo que dá atribuição aos vereadores. O prefeito apresentou a emenda hoje aqui na Casa, mas os vereadores não tiveram conhecimento”, disse o presidente da Câmara, vereador Chico de Dega.

Veja o que diz o presidente da Câmara sobre votação da Lei Orçamentária Anual após pedido de vista