© Will Shutter/Câmara dos Deputados

De acordo com dados da pesquisa Ipsos Global Trustworthiness Index 2023, seis em cada dez pessoas no Brasil (66%) classificam os políticos como a categoria profissional menos confiável. Completam o ranking da desconfiança ministros e funcionários de gabinete (55%); banqueiros (49%); padres, pastores e líderes religiosos (39%) e juízes (38).

Por outro lado, os professores lideram a lista dos profissionais mais confiáveis para os brasileiros, com 64% de taxa de confiança. Na sequência, aparecem os cientistas (59%); médicos (56%); pessoas comuns (42%) e pesquisadores de opinião (40%).

A pesquisa “Ipsos Global Trustworthiness Index 2023” foi realizada pela Ipsos entre os dias 26 de maio e 9 de junho de 2023 em 31 países. Com uma amostra de 22.816 entrevistados, sendo mil do Brasil. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

Os países participantes foram África do Sul, Alemanha, Argentina , Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Holanda, Hungria, Índia, Indonésia, Irlanda, Itália, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru, Polônia, Romênia, Singapura, Suécia, Tailândia e Turquia. Bahia.Ba