Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira 21 mostra que a democracia ainda é o modelo de governo preferido pelos brasileiros. Ao todo, 74% dos entrevistados fazem essa afirmação. O levantamento, no entanto, traz um aumento do número de brasileiros simpatizantes de um modelo ditatorial de governança. Ainda assim, apontam os resultados, o adesão ao sistema não alcança um grande volume.

São 15% de brasileiros que dizem ‘tanto faz’ quando questionados se o modelo ideal para o Brasil seria a democracia ou a ditadura. Outros 7% indicam apoiar o modelo extremista sob certas circunstâncias. Há 4% que se dividem entre outros modelos diversos ou que não souberam responder.

O resultado desta quinta aponta para um recuo no apoio ao modelo democrático. Em outubro do ano passado, quando o instituto fez a pergunta pela última vez, 79% apoiavam essa forma de governo no Brasil. Naquela ocasião, 11% apontavam a opção ‘tanto faz’ e apenas 5% simpatizavam com a ditadura. Apesar da queda, é importante registrar que o movimento das linhas divulgado nesta quinta traz o resultado para o mesmo cenário visto em agosto de 2022, antes do acirramento dos ânimos no período eleitoral.

O jornal Folha de S. Paulo, responsável pela divulgação dos dados do instituto, aponta que o patamar atual de apoio à democracia está dentro do que se registra na série história. “A partir de junho de 2020, o apoio nunca foi mais baixo de 70%, tendo chegado ao máximo histórico de 79% em outubro do ano passado”, escreve a publicação. A pesquisa desta quinta-feira contou com 2.004 entrevistas presenciais em 135 cidades. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.