Foto: Natanael Alves/PL

O ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) está na Argentina onde acompanha a posse do presidente eleito Javier Milei. Em um encontro realizado entre Bolsonaro e Milei, o ex-chefe do executivo brasileiro deu uma declaração polêmica. No encontro também estiveram presentes o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL) e Fabio Wajngarten, advogado do ex-presidente. Na ocasião, em tom de brincadeira, Bolsonaro informou ao presidente da Argentina o que faria caso fosse, novamente, eleito presidente do Brasil em 2026. “Ele vai ser o meu ministro do Turismo”, indicou o ex-presidente ao falar sobre o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Vale lembrar que Bolsonaro está inelegível por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até 2030. Apesar disso, a defesa do ex-presidente tem questionado a decisão e tentado reverter o cenário. As informações são da colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. BNews