A Polícia Civil prendeu três suspeitos de espancar até a morte o guitarrista da banda Afrocidade, Flávio de Oliveira Silva, conhecido como “Fal Silva”, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. O crime aconteceu no dia 24 de maio. Dois homens foram presos em flagrante e um suspeito teve o mandado de prisão preventiva cumprido durante a Operação Euterpe, nesta terça-feira (4).

De acordo com a polícia, mais de 30 policiais civis, com o apoio do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM), cumpriram mandados de prisão e busca e apreensão nas localidades de Novo Horizonte, Jardim Limoeiro, Ponto Certo e Nova Vitória.

Durante as ações, equipes da 4ª Delegacia de Homicídios de Camaçari (DH/Camaçari), com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), apreenderam porções de maconha, balança digital, um revólver calibre 38, duas capas de colete e aparelhos celulares.

Conforme a PC, dois dos homens foram presos em flagrante no bairro de Jardim de Limoeiro, durante o cumprimento dos mandados judiciais de busca e apreensão. Um outro suspeito teve o mandado de prisão preventiva cumprido, no bairro de Nova Vitória.

Todo material apreendido será encaminhado para perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT), informou a Polícia Civil. A principal linha de investigação para a motivação do crime é a relação com o tráfico de drogas. Os suspeitos foram identificados após análises de imagens de câmeras de monitoramento e depoimentos de testemunhas. Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos são integrantes de um grupo criminoso. G1