Foto: Matheus Landim/GOVBA

A sondagem no solo para as obras da ponte Salvador-Itaparica foi iniciada na quarta-feira (21) na capital baiana. O mesmo serviço teve início em janeiro na ilha. Realizado pela concessionária à frente da construção, operação e manutenção do novo sistema rodoviário, o processo consiste na perfuração para coleta de amostras do solo. Todo o processo de sondagem tem previsão de ser concluído em dezembro de 2024. Já os canteiros de obras começarão a ser mobilizados no início de 2025.

A sondagem iniciada nesta quarta, foi feita em uma área próxima ao terminal do ferry-boat, com uso de uma perfuratriz para obter fragmentos do solo no local onde posteriormente será instalado um pilar da ponte. De acordo com o governo da Bahia, essa etapa é fundamental para compreender as características do terreno e definir a fundação da estrutura. Posteriormente, tais amostras serão enviadas para um laboratório, onde são feitas análises detalhadas do material.

O atual cronograma de trabalho prevê o início da sondagem no mar após a finalização do serviço em terra. A etapa marítima deve acontecer em março, quando serão utilizadas plataformas nas áreas da Baía de Todos-os-Santos, consideradas águas rasas, com até 10 metros de profundidade. Na sequência, a sondagem será feita em águas profundas, com mais de 10 metros de lâmina d’água e uso de balsas que estarão acopladas com perfuratrizes para fazer a coleta de amostras do solo marinho.