Pré-candidato do PT ao governo da Bahia, Jerônimo Rodrigues disse, nesta quinta-feira (28), que a tentativa do seu adversário político, ACM Neto (UNIÃO), de “colar” no ex-presidente Lula (PT) “emporcalha a política”. O petista fez questão de ressaltar que ele é o candidato de Lula no estado.

“Se alguém quer pegar carona para fazer um jogo que emporcalha a política baiana, não dá. É fake. Todos nós sabemos quem é do partido Lula. (…) Não duvide. Eu sou o candidato de Lula”,  disse Jerônimo, em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metropole.

O pré-candidato petista afirmou ainda que quer uma presença maior de Lula na sua campanha. “Eu quero. Agora, Lula já esteve comigo em três grandes eventos. Fora os contatos que faz diretamente comigo, com Wagner, com Rui e com o próprio Otto (Alencar).  Destaco três grandes atos para não ter dúvida quem é o candidato dele aqui. No dia 30 de março, Lula veio para lançar minha pré-candidatura. Fizemos uma festa na (Avenida) Paralela que não coube de gente. Agora, no 2 de Julho, caminhamos nas ruas no Centro Histórico de Salvador colado e depois fomos para a Fonte Nova, que foi o terceiro ato de Lula. Em nenhum estado, Lula esteve em tantos atos como na Bahia”, salientou.

Jerônimo minimizou as sondagens de opinião que apontam a liderança de ACM Neto. “Quando as pessoas souberem que Jerônimo é o candidato do Lula, quando souber que Jerônimo é o candidato do mesmo número do Lula, do 13, é o candidato de Rui, do Wagner, e dos prefeitos, eu tenho certeza que vamos superar isso”, pontuou. Metro1