Foto: Max Haack/Flickr/João Roma

O presidente estadual do PL, João Roma, se uniu aos bolsonaristas nas críticas à iniciativa do ministro do STF, Alexandre de Moraes, de censurar a rede social X (antigo Twitter). “Imagina que o nosso ilustre ministro Alexandre de Moraes quer impor censura à referida rede social, cerceando o direito à liberdade de expressão conforme suas crenças ideológicas”, postou em seu perfil no X.

Para Roma, o ministro Alexandre de Moraes “quer usar o meio de comunicação (X) como instrumento de perseguição aqueles que questionam e não coadunam com suas ideias”. Em sua avaliação, “(Moraes) quer usar o Judiciário como mordaça para tentar silenciar os que se opõem ao que está sendo (im)posto no nosso país”.

O ex-ministro da Cidadania ironizou: “Já já, antes de publicarmos qualquer coisa, precisaremos solicitar aprovação da vossa excelência para postar qualquer coisa e assim não sofrermos retaliação. Vem aí o Departamento de Controle de Postagens nas Redes Sociais By Moraes. Não esperemos pra ver! Lutemos para impedir!”. Política Livre