pt bahia

O presidente do PT na Bahia, Éden Valadares (PT), não poupou críticas ao falar sobre o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil). Para jornalistas, durante uma reunião da Executiva Estadual da legenda, na Assembleia Legislativa da Bahia, Éden afirmou que o vice-presidente do União Brasil “deveria estar trabalhando” ao invés de inventar “factoides”. “Neto não pode aproveitar o tempo livre dele, o ócio dele. Esse tempo que ele tem, que ele deveria estar trabalhando, ele está inventando factoides. Ele não pode manipular dados do IBGE e só publicar o vídeo dele com a parte que interessa a ele”, disse o presidente para a imprensa, na segunda-feira (3).

“Ele não pode fazer oposição do quanto pior melhor. Ele não pode dar a tapa na mesa na reunião do partido dele e dizer que o deputado que votar a favor do empréstimo vai ter o dinheiro do fundo eleitoral retido. O dinheiro do fundo eleitoral não é dele, é do partido, ele continua confundido. Confundindo a política com a coisa privada, familiar dele. Ele não pode fazer isso. As respostas que nós damos é para repor a verdade e para que ele aproveite melhor o tempo dele sem trabalhar”, acrescenta.

Sobre o lançamento da pré-candidatura de Bruno Reis, feita na segunda-feira (3) e que contou com a presença de lideranças baianas da oposição, Éden classificou o anúncio como “mais do mesmo”. “A reeleição é algo consagrado no Brasil. Dificilmente o time do outro lado conseguiria montar uma chapa nova. Eu sei que foi especulado, debatido, sei que outros partidos falaram disso, [mas] eu não gosto de escalar time adversário. [Geralmente] reedita-se a mesma chapa. Então eu não vejo muita novidade na candidatura de Bruno com Ana Paula Matos. A novidade em si será quinta-feira, o ex-presidente da Câmara de Vereadores, atual vice-governador, candidato a prefeito de Salvador”, complementa. BNews