O número de acidentes nas rodovias federais que cortam a Bahia diminuiu 21% durante o carnaval deste ano, segundo aponta o balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os dados, divulgados nesta quinta (3), são da Operação Carnaval, iniciada na última sexta-feira (25) e encerrada na noite de quarta-feira (2).

Conforme detalhou a PRF, no período da ação, foram registrados 45 acidentes, enquanto no mesmo período da folia, no ano passado, foram 57. O número de acidentes graves também caiu, com índice de 26%. Durante o carnaval deste ano, a PRF registrou 14 acidentes graves com 50 pessoas feridas. No ano passado foram 19, totalizando 63 vítimas feridas.

O número de óbitos registrado permaneceu inalterado em relação a 2021. Nos dois anos, nove pessoas morreram nas rodovias baianas. Nestes seis dias de operação, a PRF autuou 6.569 condutores que realizaram infrações diversas. As ultrapassagens proibidas lideram o ranking, com 1.507 autuações. Foram fiscalizados 10.927 veículos e 13.423 pessoas no período da operação. Os agentes também fizeram 5.337 testes do bafômetro, com 85 casos de pessoas que dirigiram sob efeito de bebida alcoólica.

Outros dados

Durante as fiscalizações, a PRF emitiu 73 autos de infração para motociclistas sem capacete e 105 motoristas foram flagrados trafegando com crianças sem o dispositivo de segurança (cadeirinha). O uso do cinto de segurança e dos dispositivos de retenção para crianças, além de fiscalizações específicas de motocicletas e condições de conservação dos veículos, também fizeram parte das ações das equipes da PRF.

Foram também retiradas de circulação mais de 396.559 quilos de excesso de peso das rodovias. O peso acima do permitido sobrecarrega os sistemas de suspensão e freios, oferecendo riscos ao motorista e aos usuários da rodovia, e ainda danifica o pavimento asfáltico. Já, 158 profissionais do volante, como caminhoneiros e motoristas de ônibus, foram flagrados desrespeitando a Lei do Descanso.

Durante os seis dias da operação, a PRF na Bahia recuperou 21 veículos e 38 pessoas foram detidas por diversos crimes, 6 delas eram procuradas pela justiça. Houve também a apreensão de 4 armas de fogo, 69 munições de diversos calibres, 9 comprimidos de anfetaminas e resgate de 21 aves silvestres. g1