O Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública (SSP) conseguiu realizar em 2023 12 vezes mais prisões que no mesmo período do ano passado. De acordo com as informações, os dados cresceram 1.218%.

A ferramenta alcançou 17 criminosos entre os dias 1º de janeiro e 30 de abril de 2022. Neste ano, 224 procurados foram encontrados e apreendidos pela polícia por pontos monitorados pelas câmeras inteligentes.

O projeto Vídeo-Polícia levou o Reconhecimento Facial para cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e do interior. Segundo a SSP, até 2024 a tecnologia será implantada em outras 77 cidades da Bahia.

“Ampliamos a tecnologia e avançamos com novos equipamentos. Esse êxito também tem relação direta com o empenho das equipes dos Centros Integrados de Comunicações (Cicom), das polícias Militar, Civil e Técnica”, destacou o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner.

O secretário falou também sobre as festas populares. “Em 2022 grandes eventos não foram realizados como o Carnaval, Micaretas, Lavagens, entre outros. Essa ausência também influenciou no crescimento”, completou. A Tarde