O candidato ao Governo da Bahia pelo União Brasil, ACM Neto, criticou o governador Rui Costa (PT), em um evento realizado na segunda-feira (19), em Camaçari. No discurso, o ex-prefeito de Salvador citou a saída da Ford do estado e acusou o petista de ter adotado uma ‘postura passiva’.

“Comigo, a Bahia terá uma mudança total de postura do governador. No passado, ACM lutou por muitos anos até que trouxe a Ford para gerar milhares de empregos em Camaçari. No presente, aqueles que nos governam há 16 anos deixaram a Ford fechar as portas e ir embora do nosso estado deixando o povo desempregado. Ninguém lutou, ninguém resistiu, ninguém brigou para manter a Ford nesta cidade”, discursou.

Ainda durante o evento, ACM Neto citou dados do IBGE que apontam que a Bahia tem hoje a maior taxa de desemprego do Brasil, de 15,5%. “Eu não vou ser esse tipo de governador. Se Deus me der a oportunidade de chegar ao governo do estado, comigo não vai ter essa história de me esquivar das responsabilidades inerentes ao cargo. Hoje em dia, quando o governador e o seu grupo são questionados sobre os problemas da Bahia, eles dizem ‘não é comigo não’. Pois quero dizer a vocês: a partir de 1º de janeiro, a postura do governador será ‘é comigo, sim’”, afirmou Neto. Bahia.Ba