Alan Santos/PR

A possibilidade de o Republicanos lançar o ministro da Cidadania, João Roma, como candidato a governador da Bahia na eleição do próximo ano não está descartada pela Executiva da legenda.

Segundo informações publicadas nesta terça (7) pelo jornal Tribuna da Bahia, o partido quer que o auxiliar do presidente Jair Bolsonaro (PL) mostre ter viabilidade eleitoral.

Caso contrário, segundo o impresso, a agremiação política deve, de fato, apoiar a pré-candidatura do ex-prefeito soteropolitano ACM Neto (DEM).

Ainda de acordo com a publicação, o Republicanos vê a possível candidatura de Roma como um caminho para o partido crescer na Bahia, com a ampliação da bancada de deputados federais.

A sigla, atualmente, tem apenas dois integrantes na Câmara dos Deputados: a suplente Tia Eron e Márcio Marinho. Se o ministro da Cidadania conseguir recursos e demonstrar que a legenda aumentará o número de parlamentares federais com sua candidatura ao governo, o Republicanos pretende lançá-lo ao Palácio de Ondina no próximo ano.

Em fevereiro deste ano, em entrevista à Tribuna, Márcio Marinho, que preside o Republicanos na Bahia, ressaltou que o seu partido apoiaria ACM Neto em 2022. Quando questionado se a legenda iria caminhar com o ex-prefeito no próximo ano, Marinho respondeu:

“Com certeza, eu já disse isso. Estaremos juntos. Zero de chance de estarmos em campos opostos. E nós vamos participar dessa transformação no estado da Bahia, a partir de 2022”. Política Livre