Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Nesta última quinta-feira (25), o Bahia Notícias contou que o Partido Liberal (PL), após acordo entre o presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto, para a filiação de Jair Bolsonaro (sem partido) em busca da chapa presidencial em 2022, pretende romper o apoio à candidatura de ACM Neto ao governo da Bahia e, em troca, fazer campanha junto a João Roma (Republicanos) para o executivo do Estado.

Essa dança das cadeiras poderia desestabilizar a relação do atual ministro da Cidadania com seu partido, o que não foi nem confirmado, tampouco descartado pelo deputado Marcos Pereira, presidente nacional da agremiação. Procurado pelo BN na manhã de hoje (26), Pereira não quis se pronunciar, e a situação deve ser analisada pelas lideranças do partido nos próximos dias.

Caso seja concretizada a saída de Roma do Republicanos, o PL já demonstrou interesse em acolhê-lo. Enquanto isso, a música da política continua a tocar, enquanto os envolvidos circulam pelo pátio. “Só deve ser anunciado depois do dia 30”, conforme informação dada por uma fonte ao nosso portal. Bahia Notícias