Foto: Pexels/Pixabay

Levar vários documentos para praticamente todo lugar não é mais necessário. Isso porque é possível manter boa parte deles no celular, em aplicativos que têm o mesmo valor das versões em papel. É o caso da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e do título de eleitor, por exemplo.

Em algumas situações, a versão digital é a única disponível. Isso acontece com o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) e a carteira de trabalho, que deixaram de ser emitidos no formato impresso. Veja abaixo sete documentos que podem ser usados no celular e saiba como baixar os aplicativos.

1) CPF

O cartão físico do CPF deixou de ser emitido em 2011. Desde então, a Receita Federal só disponibiliza o comprovante de inscrição no CPF, que têm a mesma validade no formato impresso ou digital.

Para obter o comprovante, o morador precisa entrar no site da Receita Federal e inserir número do CPF, data de nascimento, nome completo, nome da mãe e número do título de eleitor. Em seguida, é preciso informar o número do recibo do Imposto de Renda e clicar em “Gerar”.

Este documento poderá ser impresso ou salvo no dispositivo. Outra opção é baixar o aplicativo da Receita Federal, que também permite emitir certidão negativa de crédito, visualizar declarações de Imposto de Renda, entre outros. Veja como usar:

  1. Baixe o app na Play Store ou na App Store;
  2. Faça login com sua conta “gov.br” – como abrir uma conta gov.br;
  3. Clique em “Cartão CPF“.

2) RG (ou Carteira de Identidade Nacional)

O governo federal quer “aposentar” o RG, que é emitido pelos estados e será substituído pela Carteira de Identidade Nacional (CIN). O novo documento estabelece um padrão de emissão para todo o país, passando a usar o CPF como registro do cidadão para coibir fraudes.

A CIN já vem sendo confeccionada em alguns estados, mas a maioria não se adaptou totalmente ao novo formato. O prazo do governo federal para que todos adotem o novo documento é 6 de novembro de 2023.

Nos estados que já estão emitindo a CIN, é possível ir até um instituto de identificação para solicitar o documento. Depois, é possível usá-lo em formato digital por meio do aplicativo gov.br, disponível para Android e iPhone (iOS).

Em alguns locais onde a CIN ainda não foi adotada, é possível baixar a versão digital do RG no celular. Estados como São Paulo e Rio de Janeiro têm aplicativos oficiais para Android e iPhone.

3) Carteira de motorista

A Carteira Digital de Trânsito é uma versão eletrônica da CNH e tem o mesmo valor jurídico da versão impressa. É possível baixá-la se a sua carteira de motorista física tiver um QR Code na parte de trás. Veja como:

  1. Baixe a Carteira Digital de Trânsito na Play Store ou na App Store;
  2. Faça login com sua conta “gov.br“;
  3. Aponte a câmera do celular para o QR Code na parte de trás da carteira de motorista;
  4. Tire uma foto do seu rosto no aplicativo – ele vai compará-la com a foto do banco de dados do Detran;
  5. Confirme o CEP cadastrado no Detran do estado onde sua CNH foi feita;
  6. Se tudo estiver correto, o app vai gerar a sua CNH digital.

4) Licenciamento do carro (CRLV)

Ainda no aplicativo da carteira de habilitação, é possível salvar o documento do carro e compartilhá-lo com outras pessoas que o utilizam. É o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) digital.

Para ter o documento no celular, basta inserir no aplicativo o número do Renavam do veículo, que fica na parte superior esquerda do documento físico do carro, e o código de segurança do Certificado de Registro do Veículo (CRV).

5) ConecteSUS

Informações de saúde, como comprovantes de vacinação e carteirinha do SUS, podem ser acessadas no aplicativo “Conecte SUS”, disponível para Android e iPhone (iOS). Após fazer login com o “gov.br”, é possível acessar informações como:

  • Certificado Nacional de Vacinação Covid-19;
  • Carteira Nacional de Vacinação Digital;
  • Resultado de exames laboratoriais de Covid-19;
  • Medicamentos dispensados.

O número e o QR Code do Cartão Nacional de Saúde ficam na aba “Perfil”. O aplicativo também pode pedir acesso à sua localização para apresentar os estabelecimentos públicos de saúde próximos e facilitar o agendamento de serviços.

6) Título de eleitor

O título de eleitor tem uma versão digital desde 2017. Além de ser considerado um documento oficial, o aplicativo e-Título apresenta dados como local de votação, histórico de justificativas, certidão de quitação eleitoral e de crimes eleitoraisVeja como usar:

  1. Baixe o e-Título na Play Store ou na App Store;
  2. Preencha seus dados e clique em “Entrar no e-Título“;
  3. Confirme informações que foram passados à Justiça Eleitoral quando você emitiu o título impresso – o app vai perguntar um endereço em que você já morou, por exemplo;
  4. Crie uma senha e conclua o cadastro.

Outra opção de acesso é usar o QR Code presente em alguns títulos impressos. Nesse caso, basta escanear o código com a câmera do celular no aplicativo e-Título e criar uma senha.

7) Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)

A carteira de trabalho física deixou de ser emitida para a maioria dos brasileiros em 2019, como uma medida para diminuir filas e agilizar o acesso da população ao documento. Hoje, toda pessoa com CPF tem automaticamente uma Carteira de Trabalho Digital.

Para acessá-la no celular, basta baixar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital no Android ou no iPhone (iOS) e fazer login com a conta “gov.br“. No aplicativo, é possível acessar seus contratos de trabalho e exportar informações e enviá-los ao setor de Recursos Humanos de uma empresa, por exemplo. G1