Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Os estragos causados pelas chuvas entre quinta (22) e esta sexta-feira (23) foram registrados em outros dois municípios baianos. Com isso, subiu para 64 o número de cidades afetadas pelo temporal entre janeiro e fevereiro deste ano, segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do estado (Sudec).

Nesse cenário, um trecho da BA-131 ficou alagado entre a cidade de Ruy Barbosa e Mundo Novo. Nas imagens, a quantidade da água esconde totalmente o asfalto.

Uma barragem rural também rompeu em Ruy Barbosa, cidade a cerca de 320 km de Salvador. O rompimento deixou casas ilhadas e um imóvel chegou a desabar na zona urbana do município. A previsão para a cidade é que o tempo continue chuvoso.

Equipes da gestão municipal e defesa civil estão no local para avaliar os danos causados a estrutura da residência afetada e tentam auxiliar a população. Em Barreiras, oeste do estado, os índices de chuva registrados se aproximaram dos 301,7 milímetros, quantia que supera mais do que o dobro esperado para o município no mês de fevereiro. Por causa disso, ruas amanheceram com asfalto destruído e outras alagadas na cidade.

Na cidade de Guaratinga, extremo sul da Bahia, chove sem parar há três dias, conforme informações de moradores. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou, apenas nos últimos três, carca de 120 mm de precipitação. Rios transbordaram, estradas e pontes ficaram danificadas na cidade.

Com o rompimento das pontes, produtores da região têm dificuldades para escoar a produção. A Defesa Civil do município informou que está concedendo assistência e espera ao menos a chuva parar para recuperar os danos causados nas estruturas da cidade. 

Com o aumento do número de cidades afetadas, a quantidade de pessoas desalojadas também subiu em relação ao último levantamento, divulgado na manhã de quinta-feira. Antes, o eram de 1.986 desalojados e nesta sexta, está em 2.036. O número de desabrigados se manteve o mesmo, com 297. Na Bahia, 38 cidades estão em situação de emergência. [Veja lista de cidades ao final da matéria]

Confira dados:

  • 35 cidades afetadas em janeiro;
  • 30 cidades afetadas em fevereiro;
  • 38 cidades com decreto de situação de emergência;
  • 6 pessoas mortas;
  • 1 pessoa ferida.

📍 Cidades afetadas pelas chuvas:

JANEIRO

  1. Anagé
  2. Angical
  3. Cansanção
  4. Cicero Dantas
  5. Contendas de Sincorá
  6. Cotegipe
  7. Cravolândia
  8. Curaça
  9. Dário Meira
  10. Feira de Santana
  11. Guaratinga
  12. Ibicuí
  13. Iguaí
  14. Ilhéus
  15. Itaquara
  16. Jaguaquara
  17. Lagoa Real
  18. Maiquinique
  19. Medeiros Neto
  20. Milagres
  21. Mucugê
  22. Muquém de São Francisco
  23. Mutuipe
  24. Nova Canaã
  25. Quijingue
  26. São Miguel das Matas
  27. Saubara
  28. Ubaíra
  29. Valença
  30. Wanderley
  31. Barra
  32. Monte Santo
  33. Itaju do Colônia
  34. Conde
  35. Nordestina

FEVEREIRO:

  1. Itororó
  2. Pedro Alexandre
  3. Paulo Afonso
  4. Maragojipe
  5. Aracatu
  6. São Domingos
  7. Campo Formoso
  8. Itapetinga
  9. Santa Luzia
  10. Serra Dourada
  11. Varzedo
  12. Simões Filho
  13. Morro do Chapéu
  14. Ruy Barbosa
  15. Apuarema
  16. Boa Vista do Tupim
  17. Itamari
  18. Jequié
  19. Ipiaú
  20. Caetité
  21. Serra Preta
  22. Porto Seguro
  23. Jacobina
  24. Tanque Novo
  25. Guanambi
  26. Alcobaça
  27. Sento Sé
  28. Juazeiro
  29. Santa Brigida

EM SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA:

  1. Anagé
  2. Barra
  3. Cansanção
  4. Cicero Dantas
  5. Contendas do Sincorá
  6. Cotegipe
  7. Cravolândia
  8. Dário Meira
  9. Ibicuí
  10. Iguaí
  11. Ilhéus
  12. Itaju do Colônia
  13. Lagoa Real
  14. Medeiros Neto
  15. Milagres
  16. Monte Santo
  17. Muquém de São Francisco
  18. Mutuípe
  19. Nova Canaã
  20. Quijingue
  21. São Miguel das Matas
  22. Saubara
  23. Ubaíra
  24. Wanderley
  25. Maiquinique
  26. Nordestina
  27. Valença
  28. Itororó
  29. Pedro Alexandre
  30. Santa Luzia
  31. Angical
  32. Paulo Afonso
  33. Apuarema
  34. Boa Vista do Tupim
  35. Feira de Santana
  36. Caetité
  37. Itamari
  38. Varzedo G1