Medeirosneto.com

Ao menos 15 pessoas ficaram desalojadas após a forte chuva que caiu na cidade de Medeiros Neto, no sul da Bahia, na quarta-feira (24). Segundo a prefeitura do município, foram registrados alagamentos em ruas, quedas de árvores e deslizamento de terras.

De acordo com a gestão municipal, o volume de chuva registrado na quarta foi de 80 mm, considerado muito para o pouco tempo. A região mais afetada foi o bairro Vila Pedrosa, onde a água invadiu casas e causou transtornos para moradores.

Um deles foi Vanderlei Oliveira. O morador dormia com a esposa e acordou com a água pouco acima da altura do joelho. “Infelizmente o pouco que a gente tem foi embora. Só ficou agora o prejuízo. Fizemos um mutirão para limpar a casa e se a chuva voltar, vamos ficar sem saber o que fazer”, disse o morador.

A chuva deu uma trégua nesta quinta-feira (25). A Prefeitura de Medeiros Neto informou que as atenções estão no bairro Planalto 1, onde uma árvore caiu em cima de três casas. Ninguém ficou ferido.

“Os pontos mais críticos neste momento em que a chuva deu uma trégua são as encostas. Nós estamos com uma equipe técnica analisando dados e vendo alguns possíveis riscos de quedas de barreiras”, disse o secretario de Infraestrutura e Obras, Hugo Barros.

O secretário informou que pediu ajuda do Corpo de Bombeiros para podar árvores que ficam próximas das encostas. “Graças a Deus não houve feridos, nada grave e estamos trabalhando para que isso continue”, ressaltou. A gestão municipal afirmou que até a manhã desta quinta, 15 pessoas estavam desalojadas no município, mas o número pode crescer durante o dia.

🌧️ Chuva em Itororó

Em menos de meia hora, a chuva também fez estrago em Itororó, no sudoeste da Bahia, na quarta-feira (24). Foram 70 milímetros de água, segundo a prefeitura da cidade, o que deixou ruas e casas alagadas, atribuindo diversos transtornos aos moradores. Não há registro de desalojados ou desabrigados.

A gestão municipal afirma que faz um trabalho preventivo, limpando bueiros e canais. Ainda assim, o volume de chuva dificultou o escoamento da água. Nesta quinta (25), a população deve seguir atenta. A previsão é de 40 milímetros de chuva ao longo do dia.

🌧️ Chuva em Itapé

Situação semelhante aconteceu em Itapé, na região sul. Por lá, a chuva rápida fez o nível do Rio Colônia subir o suficiente para deixar a ponte submersa. Com isso, a passagem que dá acesso ao distrito de Palmeiras ficou bloqueada. Para garantir que a população consiga entrar e sair da zona rural, a gestão municipal liberou o acesso pela nova ponte, que está em fase final de construção. G1