O governador da Bahia, Rui Costa (PT), adiou a viagem para Europa em meio à paralisação parcial de policiais militares. O petista embarcaria nesta última quarta-feira (9) para Lisboa e de lá para Milão, onde cumpriria agenda administrativa.

Em seguida, Rui Costa iria para Roma acompanhar a canonização de Irmã Dulce, que está prevista para acontecer no domingo (13). Segundo o site da Transparência, o petista recebeu diárias para ficar na Europa entre os dias 9 e 15 de outubro. Nesta quinta-feira (10), o governador vai fazer uma reunião de avaliação.

Rui ainda vai tentar remarcar a viagem. O chefe do Palácio de Ondina iria no mesmo voo do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), o vice Bruno Reis (DEM), o presidente da Câmara de Vereadores, Geraldo Júnior (SD), que sentiram a ausência do governador. O trio viajou para Lisboa ontem.

Nesta semana, a Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra/Bahia) deflagrou uma greve, mas não tem ocorrido a adesão da categoria. O governo tem dito que é “oportunismo político” do deputado estadual Soldado Prisco (PSC) que lidera o movimento. Bahia Notícias