Vagner Souza/ BNews

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse nesta terça-feira (9), que o “texto da reforma da Previdência, do ponto de vista das contas públicas estaduais, terá um impacto mínimo”.

“O déficit previdenciário da Bahia deve chegar a R$ 4 bilhões e 800 milhões de reais. A economia com projeto de lei que está lá será da ordem de 48 milhões de reais, ou seja, 1% do meu déficit esse ano. Não resolve esse ano. O que resolve é aumentar receitas, gerar emprego, melhorar economia. Isso resolve o problema”, afirmou.

De acordo com Rui, ele pediu aos deputados ao darem o voto “que se preocupe com a narrativa com a leitura que o povo baiano vai ter”.

“Pareceu muito estranho e ruim quando você está pedindo sacrifício de pessoas que tem 60 anos, que ganha um salario mínimo. Você isentar essas muito ricas de contribuir para previdência social porque uma comissão propôs isentar pessoas ricas do agronegócio de pagar para a Previdência social. Isso é muito ruim. Ou todos vão fazer sacrifício ou só os pobres vão pagar a conta do déficit previdenciário. Qualquer lugar do mundo. Quem contribui mais ganha mais”, contou. Bahia Notícias