Foto: Claudio Kbene/PR

A primeira-dama, Janja, tem se mostrando atuante na base do governo Lula (PT), inclusive opinando sobre os ministros e indicações do Executivo. No entanto, segundo o colunista Lauro Jardim, Janja também teria influenciado na prisão do ex-jogador Robinho. Às vésperas do julgamento, a socióloga teria ligado para o relator do caso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Francisco Falcão, para pressioná-lo a botar pela prisão para que o ex-jogador cumprisse no Brasil a pena de nove anos a que foi condenado na Itália por estupro. Além disso, de acordo com o colunista, Janja também tem trabalhado nas cortes superiores para algumas indicações de juízes na Justiça Federal. BNews