Bocão News

O deputado federal José Rocha (União) defendeu nesta quinta-feira (23), em conversa com este Política Livre, a construção de uma aliança entre o prefeito Bruno Reis (União) e o ex-ministro da Cidadania João Roma (PL) visando as eleições de 2024.

Para José Rocha, a reaproximação de Roma com o grupo político liderado pelo ex-prefeito ACM Neto (União), do qual o parlamentar e o atual chefe do Executivo municipal fazem parte, é importante para somar forças visando enfrentar o candidato a prefeito da capital escolhido pelo governador Jerônimo Rodrigues (PT) e aliados.

“Se Roma tiver juízo, ele estará com Bruno Reis e não será candidato (a prefeito). Ele tem que trabalhar ao lado do prefeito e unir forças para que Salvador não caia nas mãos do PT, do adversário comum. Esse entendimento precisa ocorrer”, declarou o deputado.

Levantamento divulgado hoje pelo instituto Paraná Pesquisas sobre as eleições de 2024 mostrou Bruno Reis bem na frente dos demais adversários, com 38,1%. Roma figura na terceira colocação, com 7%, atrás da deputada federal Lídice da Mata (PSB), o primeiro nome da base do governo estadual. Entretanto, quando se soma o percentual de todos os postulantes pesquisados que fazem parte do grupo de Jerônimo, o número chega a quase 30%.

O ex-ministro já defendeu algumas vezes tanto a possibilidade de disputar a Prefeitura da capital quanto a de apoiar Bruno Reis. Na quinta-feira (23), a bancada estadual do PL divulgou uma nota defendendo a candidatura própria de João Roma. Embora também admitam que podem apoiar o atual prefeito, parte dos “liberais” na Assembleia Legislativa tem se aproximado da base do governo estadual.

José Rocha também comentou a pesquisa. “Na minha opinião, a pesquisa foi boa para Bruno Reis. Reflete exatamente o que ele tem feito na cidade, atuando em todos os bairros, fazendo obras, intervenções. É uma gestão atuante. A avaliação da gestão também demonstra isso”. Política Livre