gov

Como convidado internacional para a posse de Javier Milei, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) quer aproveitar a ausência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para capitalizar politicamente o evento.

Além dos dois governadores bolsonaristas que confirmaram presença na posse — Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP) e Jorginho Mello (PL-SC) —, Bolsonaro vai desembarcar em Buenos Aires com um séquito para um périplo de quatro dias por lideranças e organizações de direita.

Segundo Fabio Wajngarten, advogado e interlocutor próximo do ex-presidente, muitos deputados e lideranças pediram para integrar a comitiva, mas nem todos estarão necessariamente na posse. “A ideia é celebrar a vitória da direita”, disse Wajngarten.

Entre os que confirmaram presença estão:

  • o ex-ministro Gilson Machado, que é pré-candidato a prefeito de Recife;
  • os deputados Eduardo Bolsonaro (PL-SP), Gustavo Gayer (PL-GO);
  • os senadores Ciro Nogueira (PI), também presidente do PP, e Jorge Seif (PL-SC);
  • e o presidente do PL, Valdemar Costa Neto.

O ex-presidente convidou também os governadores Ronaldo Caiado (GO), Romeu Zema (MG) e Ratinho Jr (PR) e ainda espera resposta. Fonte: CNN Brasil