Foto: Agência Brasil

Mais duas pessoas foram atingidas por balas perdidas na madrugada de terça-feira (2). Com elas, sobe para 22 o número de vítimas em Salvador e Região Metropolitana, de acordo com um levantamento do Instituto Fogo Cruzado. Dessas, quatro morreram.

Entre as últimas vítimas, estava o vidraceiro Eddycarlos de Souza Lopes, 40. Ele foi morto por uma bala perdida na frente de casa, em Pernambués, durante a madrugada de terça-feira (2). Eddycarlos era pai de três filhos e a família ouviu todo momento. Jefferson Pinheiro Melo dos Santos, de 27 anos, morreu na mesma ocorrência.

Em abril, uma das pessoas atingidas foi um idoso, atingido por uma bala perdida quando estava dentro de casa, no bairro de Pero Vaz, em Salvador. Ele foi baleado durante uma troca de tiros entre a Polícia Militar e suspeitos. O homem foi socorrido para o Hospital Ernesto Simões Filho, onde recebeu atendimento médico e teve alta no dia seguinte.

Na tarde do dia 4 de fevereiro, uma criança foi baleada no bairro de São Cristóvão, enquanto estava dentro de um imóvel. Na ocasião, a Polícia Militar afirmou que a bala perdida atravessou o telhado e atingiu a criança, que foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro.