O número de municípios baianos atingidos pelas fortes chuvas subiu para 27, conforme informou o governo do estado nesta última quinta-feira (27), com base nos dados repassados pelas prefeituras. Até quarta (26), eram 26 cidades atingidas. Dos 27, seis municípios estão com decreto de situação de emergência: Santa Cruz Cabrália, Ilhéus, Belmonte, Itapebi, Porto Seguro e Caraíbas.

As demais cidades são: Anagé, Canavieiras, Caraíbas, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Itabela, Itabuna, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Prado, Teixeira de Freitas, Vereda e Vitória da Conquista. A Bahia segue com 9.261 pessoas desalojadas, 74 desabrigadas e 9.348 afetadas em decorrência das chuvas.

Nesta quinta, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) enviou mais um caminhão com donativos de kits humanitários para atender a população de Itapebi. Foram encaminhadas mais de 34 toneladas de alimentos, 11 mil litros de água mineral, mais de 1,5 mil colchões, mais de 1,5 mil cobertores, 50 conjuntos de lençóis com fronha e 17 mil metros quadrados de lona para cobertura de encostas.

As equipes do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), que atuam na região de Santa Cruz Cabrália, permaneceram com a entrega de donativos para as pessoas atingidas pela chuva. Os bombeiros também estão realizando atividades de recebimento, triagem, acompanhamento e distribuição dos materiais doados.

A chuva começou na madrugada de sexta-feira (21), na maior parte das cidades do sul e extremo sul baiano. Neste período, foram contabilizados alagamentos, deslizamentos de terra e desabamentos de imóveis. Até segunda-feira (24), três mortes foram contabilizadas: um casal de turistas mineiros e um pescador, que era tio da artista Carla Perez.

O ministro da Casa Civil e ex-governador da Bahia, Rui Costa, e o ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, viajaram para Itabuna, no sul da Bahia, na segunda-feira. Acompanhados do governador Jerônimo Rodrigues, eles sobrevoaram áreas afetadas pelos temporais na região.

Durante a passagem pela cidade de Itabuna, o governador e os ministros anunciaram a construção de 696 moradias para famílias que perderam as casas nos desastres entre final de 2021 e início de 2022. G1