A Polícia Civil da Bahia informou o homem armado preso suspeito de manter uma adolescente de 16 anos refém, na manhã desta segunda-feira (17), no bairro de Tancredo Neves, em Salvador, era namorado da vítima. A garota foi liberada sem ferimentos depois de mais de três horas de cárcere privado.

A situação aconteceu na Rua Carla, no final de linha de Tancredo Neves. A vítima estava sozinha com o suspeito dentro do imóvel. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o homem, que não teve a identidade, chefiava o tráfico de drogas em Tancredo Neves.

Segundo o tenente-coronel Antônio Carlos Silva, comandante do CPR Central, as equipes faziam rondas na localidade, quando dois homens e uma jovem saiam de um imóvel. Um deles tentou fugir, mas foi alcançado.

Já o outro, que também é conhecido pela polícia por exibir fuzil nas ruas, estava com uma pistola e manteve a namorada como refém no imóvel. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado e, após pouco mais de três horas de negociação, conseguiu a liberação da adolescente em segurança.

De acordo com relatos de familiares da adolescente, a garota ligou para a avó com pedido de ajuda. Ela contou que estava mantida refém e que só seria liberada após a chegada da imprensa no local.

Com o suspeito foram apreendidas uma espingarda calibre 12 , com carregador alongado, e uma pistola 9 milímetros. O homem e o armamento apreendido foram encaminhados para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRCCO).

A Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob) informou que, por causa do caso, o final de linha do bairro foi novamente deslocado para a localidade do Arvoredo.

O bairro de Tancredo Neves foi um dos três que teve a segurança reforçada na última semana após atos de violência. Na quarta-feira (12), uma criança de seis anos, uma idosa e dois adultos também foram feitos reféns na localidade. O sequestro durou cerca de sete horas e os quatro suspeitos envolvidos foram presos pela polícia.

No mesmo dia e bairro, três homens foram baleados após um confronto com policiais militares. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), um fuzil e grande quantidade de drogas foram apreendidos, durante a Operação Intensificação. G1