Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

O Vitória perdeu por 4 a 3 para o Ceará, nesta última quarta-feira (26), no Barradão, e foi eliminado pela Copa do Brasil. O Leão teve dois jogadores expulsos na partida: Léo Ceará e Vico, ambos no primeiro tempo. O centroavante recebeu o cartão vermelho após se desentender com Charles, que também acabou indo para o chuveiro mais cedo. Já extremo terminou punido depois de reclamar de um pênalti cometido. Na opinião de Bruno Pivetti, treinador do Leão, isso foi determinante para o revés de sua equipe.

“Contribuíram muito. Mas, mesmo com um a menos no segundo tempo, nós conseguimos criar algumas oportunidades. Não abdicamos do jogo, tivemos algumas dificuldades óbvias pelo menor número de jogadores, mas conseguimos montar uma estrutura, que estava funcionando, e levamos perigo também ao gol do Ceará. Mesmo com o desgaste associado de uma inferioridade numérica. Poderíamos até ter feito mais gols”, avaliou. O comandante rubro-negro também destacou os pontos positivos de sua equipe.

“Nós iniciamos o jogo muito bem. Talvez tenham sido os melhores 20, 25 minutos que nós fizemos até agora. Conseguimos implementar o nosso ritmo, aquilo que a gente desejava em termos de intensidade. Fizemos os dois gols, abrimos 2 a 0. Infelizmente, tivemos um jogador expulso e, a partir dali, o jogo mudou. Sofremos os pênaltis, perdemos mais um jogador. Conseguimos, até com um jogador a menos, atacar o Ceará. Colocamos duas bolas na trave. Infelizmente, não foi o suficiente para conquistar a vitória e também a classificação”, declarou. O próximo jogo do Vitória é contra o Paraná, sábado (29), às 16h30, no Barradão, pela sexta rodada da Série B.