Crédito: Victor Ferreira/E.C. Vitória

Depois do Vitória perder para o Vasco na noite deste domingo (12) e seguir no Z4 do Campeonato Brasileiro, o técnico Léo Condé lamentou os ‘cinco minutos’ de desatenção na volta do intervalo. O Leão sofreu dois gols no início da etapa final e não conseguiu reagir para empatar, mesmo com Iury Castilho diminuindo no fim. O comandante reclamou, principalmente, do segundo gol, feito por Vegetti livre na área após lançamento de Payet.

“O problema não é sofrer o gol. O problema são aqueles cinco minutos, como aconteceu no Ba-Vi, aconteceu também contra o Cruzeiro. A equipe sentiu muito e uma jogada que a gente alertou e trabalhou, que foi essa bola cruzada no segundo pau, para o Vegetti, entrando ali entre o lateral e o zagueiro… A gente acabou possibilitando o cruzamento e não marcamos bem”, avaliou.

Condé também reclamou da arbitragem, no lance em que um contra-ataque do Vitória foi paralisado para expulsão do zagueiro Camutanga, por agressão. O técnico disse que a decisão de Raphael Klaus pelo cartão vermelho foi equivocada. E mais: para ele, a arbitragem ainda deveria ter esperado o VAR, sem interromper a jogada rubro-negra.

“Vendo agora no vestiário, lamentável o lance em que nossos atletas reclamaram. A gente roubou a bola, onde saiu três contra dois do Vasco. Lance promissor, a orientação é deixar seguir. Dentro que a gente viu, não era lance para expulsão. Deveria deixar o lance seguir, mas o bandeirinha parou na hora e já orientou para expulsão. Deveria ter deixado e depois, se fosse o caso, analisasse”, afirmou. Essa foi a quarta derrota seguida do Vitória. Condé admitiu que a situação preocupa, mas ressaltou que a sua equipe tem feito partidas equilibradas e pode virar a chave.

“A gente também teve tabela um pouco pesada nesse início. (…) É claro que a gente está preocupado, mas estaria muito mais preocupado se estivesse jogando muito abaixo dos adversários. Estamos deixando a desejar em momentos dos jogos. Mas, de um modo geral, conseguimos fazer jogos equilibrados. A gente espera agora, diante do nosso torcedor, contra o Atlético-GO, conseguir, enfim, essa primeira vitória”. Na sequência do Brasileirão, o Vitória vai tentar se recuperar contra o Atlético-GO no Barradão, no próximo sábado (18), às 16h. Correio da Bahia