EC Vitória

Dado Cavalcanti admitiu que o Vitória mais uma vez não apresentou bom futebol, mas apesar da insatisfação com o desempenho do time, o treinador valorizou a classificação à segunda fase da Copa do Brasil. Na noite de quinta-feira (3), o rubro-negro empatou em 1×1 com o Castanhal e assegurou a vaga no torneio nacional. Leandro Cearense abriu o placar e Mateus Moraes deixou tudo igual no estádio da Curuzu, em Belém.

“Tenho total consciência que não fizemos um grande jogo. Ninguém vai colocar poeira embaixo do tapete. Não vou deixar de reconhecer o baixo nível técnico que aconteceu. Mas não deixo de considerar o contexto de um adversário que não tinha nada a perder. Valorizo a classificação. Muitos adversários ficaram pelo caminho”, afirmou Dado após o apito final.

“Acho que sofremos um pouco mais que em outras oportunidades. Hoje tomamos um gol no erro de saída, mas em outras oportunidades já fizemos gols com essa construção, com bola passando nos pés de nossos zagueiros. Acho que faltou tranquilidade para fazer o jogo fluir, mas tudo vai ser reavaliado”, completou o técnico.

Na segunda fase da Copa do Brasil, o Vitória vai enfrentar o Glória, da cidade de Vacaria, no Rio Grande do Sul, que venceu o Brasil de Pelotas por 1×0. O jogo ainda não tem data definida. Antes, o rubro-negro vai brigar para voltar à zona de classificação no Campeonato Baiano. O Leão é o 5º colocado, com nove pontos, e visita o vice-lanterna Doce Mel na quarta-feira (9), às 19h15, no estádio Barbosão. Correio da Bahia