O ex-vereador de Mata de São João, Zé do Relógio, pai do servidor público Elvis Adriane de Jesus Araújo, de 30 anos, encontrado morto dentro de um carro, no município, falou que o filho tinha amizade com grande parte da população da cidade. “Era um menino muito direito, todo mundo gostava muito dele. Deus vai cobrar de quem fez isso”, disse. Elvis Adriane de Jesus Araújo tinha três filhas com idades entre 2 e 5 anos.

O corpo dele foi sepultado nesta segunda-feira (3), no cemitério municipal de Mata de São João. “Elvis era amigo de todo mundo. É triste para um pai de família, uma mãe perder um filho”, afirmou o ex-vereador. O corpo do servidor foi encontrado esquartejado dentro da mala do veículo, na BR-512, na manhã de domingo (2). Até a tarde desta segunda, ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Militar, Elvis estava desaparecido no município e, após uma denúncia, o carro dele foi achado abandonado na Rua da Estação. Ainda não há informações sobre a motivação, nem sobre a autoria do crime.

Há 10 dias, outro crime assustou os moradores da cidade de Mata de São João. O corpo do jovem Fernando Matos Souza, de 18 anos, foi encontrado decapitado na cidade. Ele havia desaparecido depois de sair para uma cavalgada.

Ainda não há informações se os dois casos têm ligação. Por causa dos crimes com esquartejamento, o secretário de Segurança Pública, Marcelo Werner, se reuniu com o prefeito de Mata de São João, João Gualberto. Também participaram da reunião os Promotores de Justiça, Drª Karine Peixoto e Luis Alberto. G1