BNews

A tropa de choque da Polícia Militar foi acionada e está dentro do Plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). A ação foi necessária após servidores quebrarem a porta de vidro e invadirem o Plenário, na noite desta sexta-feira (31). A Casa tenta apreciar a Reforma da Previdência estadual. A sessão foi suspensa temporariamente pelo presidente da Casa, Nelson Leal (PP). A previsão é que seja transferida para o auditório, onde não haverá presença de manifestantes segundo o BNews. Os deputados da Bahia aprovaram o requerimento de prioridade da PEC no dia 20 de janeiro. Com isso, os prazos regimentais para a tramitação do projeto foram reduzidos pela metade, para que ele seja votado mais rápido. Com a aprovação dos deputados, a PEC foi enviada para a Comissão de Constituição e Justiça, onde também foi aprovada e seguiria para a votação em plenário. É necessária a aprovação em dois turnos, com espaço entre cinco sessões entre um turno e outro. Para a PEC ser aprovada de forma definitiva, é preciso que 2/3 dos deputados sejam favoráveis à proposta.