Votuporanga / Flickr)

Com inscrições que vão de 18 de setembro até 10 de outubro, a Universidade do Estado da Bahia (Uneb) lançou o edital para o Vestibular Uneb 2024, que ofertará 7.114 vagas para os cursos de graduação. Dessas vagas, 40% são destinadas a negros (pardos e pretos), e mais 5% de sobrevagas serão ofertadas para outros grupos de minoria social.

“Uma das grandes questões das cotas na universidade é você entrar e saber que não está sozinho, que não é o único. Quando entrei foi surreal, pois eu saí de uma bolha, e entrei em um universo gigante”, conta o aluno trans do sexto semestre de pedagogia na Uneb, Jamaile Joaquim Oliveira.

Com cotas desde 2002, a Uneb foi a primeira universidade da Bahia e uma das primeiras do Brasil a implantar um programa de cotas em seu sistema de ingresso. Com 26 campi, ela se tornou exemplo de acesso ao ensino superior e de promoção de ações em prol da diversidade. Além do público trans (transexuais, travestis e transgêneros), a Uneb ainda oferece 5% de sobrevagas para indígenas, quilombolas, ciganos, pessoas com deficiência, com transtorno do espectro autista (TEA) e altas habilidades – com cada um desses grupos contando com essa porcentagem em todos os cursos.

“Quando ingressei, em 2019, eu sabia muito pouco sobre o sistema de cotas, é um espaço que eu não sabia que existia e que agora eu ocupo. A universidade abriu um novo universo para mim e eu me encontrei nela”, relata Jamaile, que ingressou na Uneb através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), outra forma de ingressar na instituição, que ainda tem mais duas formas além do próprio vestibular (modalidade rara hoje em dia na rede pública de ensino superior), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o histórico escolar do ensino médio.

Estratégia

Essas duas últimas foram instituídas na Uneb em junho deste ano, após a proposta ter sido encaminhada pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), e então chancelada por voto unânime pelo Conselho Universitário (Consu) da instituição. O objetivo é atender uma das prioridades da gestão atual: encontrar soluções para a redução crescente de acesso aos cursos de graduação. Isso porque foram identificados índices elevados de evasão nos cursos de graduação, um problema multicausal que atinge tanto as instituições públicas quanto as privadas.

“Essa medida representa importante avanço na política institucional da Uneb, com a ampliação das oportunidades de acesso, inclusão social e realização do sonho de conquistar uma carreira acadêmica, para centenas de estudantes, em uma universidade pública, gratuita e de qualidade”, afirmou a pró-reitora da Prograd, Gabriela Pimentel, quando a criação dos novos processos de ingresso foi anunciada.

Essa evasão foi agravada durante a pandemia da Covid-19, afirmou a reitora da instituição, Adriana Marmori, na ocasião. “E com os novos mecanismos adicionais de ingresso, estamos ampliando as oportunidades para estudantes, jovens e adultos, que almejam ingressar nesta grande universidade pública, popular e inclusiva”.

A inscrição para o Vestibular Uneb 2024 terá início no dia 18 de setembro e seguem até 10 de outubro, e deverá ser feita exclusivamente pelo site www.vestibular2024.uneb.br, onde está disponível também o edital – onde consta a lista de cursos e o número de vagas de cada um deles. Das 7.114 vagas oferecidas para os cursos de graduação, 4.114 são presenciais e 3 mil são a distância, em diversas cidades de toda a Bahia. A Tarde