Reprodução/X/@CostaNetoPL

Valdemar Costa Neto, presidente nacional do PL, afirmou que o caso de indiciamento de Jair Bolsonaro no escândalo das joias não vai afetar as movimentações do ex-presidente como cabo-eleitoral nas eleições municipais de 2024.

O presidente do partido definiu como “bobagem” a ideia de que o caso de indiciamento possa reduzir o potencial de transferência de voto de Bolsonaro. “Zero. Só bobagem”, afirmou Valdemar para a CNN Brasil.

Durante o CPAC Brasil, evento que reuniu diversos políticos e figuras da direita neste fim de semana, Bolsonaro falou em público pela primeira vez após ser indiciado novamente pela Polícia Federal, o ex-presidente criticou a imprensa e se colocou à disposição para passar por uma sabatina e esclarecer tudo que for questionado.

A organização do CPAC Brasil precisou realizar um grande esquema operacional afim de evitar um possível encontro entre Bolsonaro e Valdemar em Santa Catarina. Vale ressaltar que ambos estão impedidos de conversar após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.