O governador Jerônimo Rodrigues (PT) pediu, em conversa com a imprensa nesta última quarta-feira (19), aos pais e responsáveis que fiquem atentos em “qualquer mudança de comportamento anormal” das crianças e adolescentes em suas casas. Ele também ressaltou necessidade de um “mutirão” contra a divulgação de fake news.

“Começaram as informações de algum tipo de tentativa de ataque e até alguns ataques em escolas. Nós temos que lembrar a importância da escola, o papel da escola na vida da gente, na vida das famílias. A escola é um ambiente sagrado, um ambiente que deixamos os nossos filhos. Lá não pode ser um ambiente que ameace a vida dos nossos filhos”, declarou Jerônimo.

“Mas a gente precisa entender que a escola não é uma ilha. Se acontecem as coisas nas escolas é porque a sociedade está de certa forma comprometida. Ela pode estar adoecida. Quero fazer um chamamento, um mutirão ao povo baiano, que nos ajude, que nos alente no aspecto de que a gente não pode divulgar fake news, a gente não pode divulgar mentiras, a gente não pode brincar com a escola”, emendou Jerônimo. “Quem brincar com qualquer tipo de atitude com a escola, que é um ato criminoso, irá responder na polícia. A polícia está atenta a isso”, garantiu o chefe do Executivo baiano.

“Ontem, nesta terça-feira, fui até Brasília e participei com o presidente Lula e os 27 governadores de um grande mutirão nacional para que essa defesa aconteça. Quero pedir aos pais, mães e responsáveis que fiscalizem a mochila de seus filhos e [se atentem] a qualquer comportamento anormal”, acrescentou. O governador baiano que esse não é um problema apenas da rede estadual ou municipal. “A rede particular também padece por conta da idade, da juventude, da adolescência”, alertou.

Nesta manhã, uma cerimônia foi realizada no auditório do Centro de Operações e Inteligência (COI) da Secretaria de Segurança Pública, em Salvador, onde o governo do Estado irá instalar o Comitê Estadual Intersetorial de Segurança nas Escolas e nos Espaços Educacionais da Bahia (Cise). Durante o evento, que contou com a participação do governador baiano, foi apresentado o plano de ações no enfrentamento à violência na comunidade escolar de todo o estado. Política Livre